Tudo o que você precisa saber antes de migrar para o Ubuntu 16.04 LTS | Diolinux

Se você é o tipo de usuário que está buscando programas mais atualizados vai gostar de saber que a nova versão traz versões mais recentes de praticamente todos os softwares, não tanto quanto uma distribuição Rolling Release, que é algo que o Ubuntu poderá se tornar no futuro, mas ainda assim boas atualizações.

Como toda boa LTS com tempo ela vai ficando mais estável e seus programas vão ficando menos atualizados, especialmente no tange a base do sistema, sendo necessária a adição de PPA para ter algum pacote específico mais recente, mas isso é algo que todos já sabem, especialmente quem usa há alguns anos o Ubuntu 14.04 LTS.

Programas que foram comprados pela Central de Programas

O novo Ubuntu trará uma nova Central de Programas proveniente do projeto Gnome com as devidas adaptações que o Ubuntu exige, entretanto, uma coisa que reparei é que não existem mais programas pagos para comprar na Central de Programas, o que não chega a ser um grande problema, a menos que você tenha comprado algo, pois agora esses programas não estão mais disponíveis através dela.

Neste caso você tem duas alternativas, continuar usando o Ubuntu 14.04 LTS que mantém a Central de Programas do Ubuntu, ou instalar a Central de Programas do Ubuntu no Ubuntu 16.04 LTS, pois sim, ela está disponível para instalação, assim como a Central de Programas do Ubuntu Kylin e a Boutique do Ubuntu MATE, tem para todos os gostos.
Agora é possível fazer também atualizações do sistema diretamente pela Central de Programas além do programa “Atualizador de Programas” continuar funcionando normalmente.

Drivers

Essa versão do Ubuntu inclui drivers recentes para Nvidia e Intel assim como o AMDGPU contidos do Kernel Linux. Para drivers proprietários sabemos que AMD deu pra trás com relação ao Catalyst e está apostando as fichas do drivers Open Source, a Intel ainda não liberou versões de seu “installer” para esta versão do sistema, entretanto o Kernel 4.4 traz drivers da Intel suficientemente recentes, já a Nvidia tem drivers de todos os tipos para esta versão, até mesmo Betas e com suporte para o Vulkan, para drivers mais recentes da Nvidia para o Ubuntu consulte este tutorial.

Pacotes Snappy

Vela a pena atualizar do 14.04 LTS?

Bom, isso é tanto quanto pessoal, mas para a maior parte dos usuários eu acredito que sim. Além de ser uma nova LTS ela terá muitos programas atualizados otimizações para desempenho, desta forma a maior parte dos usuários, de todos os níveis será beneficiada.
Os únicos casos que eu faço ressalvas quanto a atualizações são. Você usa o Ubuntu 14.04 LTS Server, bom, em time que está ganhando e estável não se mexe, não é verdade? Isso vale também para quem usa para trabalho e está completamente satisfeito com o sistema, lembre-se, o Ubuntu 14.04 LTS tem cinco anos de suporte, ou seja, suas atualizações de segurança vão até 2019.
Se você depende de um programa em uma versão muito específica eu recomendo também que você analise se o programa em questão já está disponível para o novo Ubuntu, caso contrário você poderá ter problemas.
Para quem não é tão ansioso, vale a pena esperar um mês, ou mais até, porque mesmo sendo um LTS, um lançamento recente de qualquer sistema sempre tem bugs ocasionais que são corrigidos logo nas primeiras semanas.
Espero que eu tenho conseguido sanar a maior parte das dúvidas, os tópicos foram baseados em perguntas que foram feitas nas nossas redes sociais, entretanto, caso algo não tenha ficado claro para você poste nos comentários, quem sabe podemos lhe ajudar, mesmo que a sua questão não seja respondida de imediato ela pode virar pauta para outro artigo ou mesmo um vídeo do canal.
Fonte: http://www.diolinux.com.br/2016/04/tudo-o-que-voce-precisa-saber-antes-de-instalar-o-ubuntu.html

Publicado por Carlos Trentini

Eu, eu mesmo e eu, agora e nas horas vagas...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *