Alterando o webmail do Zimbra para responder pela porta 443 (HTTPS)

Fala pessoal!

O Zimbra, para quem não conhece, é uma suite de colaboração (opensource e também comercial, dependendo do pacote) ótima, batendo de frente inclusive com o Microsoft Exchange.

Ele, por padrão (até as versões 7.x.y), levanta o webmail na porta 80 (HTTP) e o painel administrativo na porta 7071 (em uma conexão SSL). Nesta dica, vamos aprender como configurar o webmail para atender na porta 443, mantendo assim a comunicação criptografada (e assim liberando a porta 80 para alguma aplicação que por ventura você utilize).

Para esta alteração, o processo é muito simples.

  1. Faça o login no servidor como root;
  2. Rode o comando “su – zimbra” (sem aspas);
  3. Como usuário “zimbra”, rode o comando “zmtlsctl https”; você verá uma saída como a demonstrada na imagem abaixo.

    Retorno do comando zmtlsctl
    Este é o retorno do comando “zmtlsctl” quando efetuado com sucesso
  4. Por desencargo, para limpar qualquer tipo de cache, reinicie o serviço do Zimbra, com o comando “zmcontrol restart” (como usuário “zimbra”), ou volte para o usuário root e reinicie o serviço através do comando “/etc/init,d/zimbra restart” (ou “service zimbra restart”, dependendo de sua distribuição).

Pronto, a partir de agora seu Zimbra estará com o webmail rodando de forma mais segura, através de uma conexão criptografada.

Lembrando que essa conexão, por ser SSL, requer um certificado. Logo, se você não tiver um certificado assinado digitalmente (o que custa um certo valor), poderá utilizar o certificado gerado automaticamente pelo Zimbra, entretanto, este deverá ser autorizado nos primeiros acessos ao webmail, por ser auto assinado.

Apenas mais uma observação, você pode usar outros métodos (por exemplo, HTTP e HTTPS juntos), e não apenas HTTPS. Para mais detalhes, dê uma olhada na documentação do Zimbra relativa a esta alteração.

Abraço, e até a próxima!

Deixe uma resposta